Smile

|


Já vi esse vídeo uma dezena de vezes. As reações são as mais diversas. Sorrisos, lágrimas, uma certa nostalgia, uma pueril alegria. Tudo depende das minhas constantes oscilações. Mas algo repetiu-se todas as vezes. Os vídeos de Chaplin me fazem sentir uma profunda ternura. As letras de Chaplin me trazem uma sensação de extrema familiaridade.

P.S.: Smile é uma de minhas músicas favoritas. Especialmente na voz de Madeleine Peyroux.

14 comentários:

amelia disse...

"Carlitos é a síntese de muitos ingleses que conheci em Londres. O bigodinho simboliza a vaidade, o resto é a caricatura do nosso comportamento ridículo e desajeitado." [ Charles Chaplin ]
Ele assim descreveu o personagem mais doce que o cinema já conheceu... o vagabundo desajeitado e terno que encantou, fez rir, chorar...tantas emoções...
e, sabe? Esse vídeo me despertou a vontade de rever, pela milésima vez,os filmes dele que eu não canso de assistir. Valeu amiga, boa pedida! E Smile...que música linda, adoro também, to ouvindo agora.
Bjs
Acho, que pela 1ª vez, fui a primeira a comentar...hehehe consegui ficar em dia.

a má estrela disse...

heheh tbm gosto dele,adorei aquele filme,como se chama mesmo... aquele que tem ele,um menino de rua e um cachorro...como se chamava mesmo hein...
(após pesquisar no google)
Ah!!!!! "o garoto" heheh
Curioso tbm como ele fala com gestos,um mimico capaz de superar o tom de voz mais tocante...odiei,curiosamente tbm,o filme falado que ele fez sobre os nazistas...rs
Tanto tempo não lembrava desses filmes... vou procurar vê-los novamente...

PS> não deu pra ver o video agora,mas depois vou ver sim...seria ele mais uma das suas "coisas bobas"? rs

bjin querida

Melia Azedarach L. disse...

Chaplin sempre me tocou, desde do primeiro trabalho que pude ver...Não preciso elogiar muito, Amelia e Alter já o fizeram.
Só estou com saudades daqui, saudades de comentar mais vezes, de estar em dia com suas postagens...Essa minha correria, trabalho, estudos, tudo tem sido cansativo, mas você já sabe que ainda estou empolgada.Sinto que tudo está se finalizando e recomeçando e isso que finalmente importa.
Aprendi meu tempo, aprendi a sorrir mais e pensar menos.
Algumas vezes o estômago dói de ansiedade, mas passa, nós sabemos que passa.
Sinto falta da "desocupação", mas sinto entusiasmo por estar ocupada e sei que você entende.
Um beijo querida!

Léo Mandoki, Jr. disse...

"que os nossos esforços desafiem as impossibilidades. Lembrai-vos de que as grandes proezas da história foram conquistas do que parecia impossivel"
C. Chaplin

tenho aqui no meu escritorio um postal emoldurado em vidro do chaplin e o tal garoto..do filme o garoto...
fiquei vendo o filme, ouvindo a musica e pensando em vc....
como é possivel gostar de vc a cada dia que passa hein?? e sem te conhecer menina linda....(namorada de padeiro)

tossan disse...

Espetacular! Uma poesia constante animada sem som. Bem, eu digo sempre isto quando acabo de assistir o maior e mais completo artista de todos os tempos do mundo. Vc deve ser muito especial mesmo. Parabéns pela postagem. Bj

Obs: Este meu amigo Mandoki tem uma lábia hein!! Preciso aprender... rs rs

Eslley Scatena disse...

Genial!
Uma 'versão' de smile do Paul McCartney, pra completar:
http://www.youtube.com/watch?v=sDXxX2IhT98

Bjks!

Juliana disse...

Charlie Chaplin é TUDO!
Tenho um filme dele aqui emc asa "tempos modernos" voce morre de rir!!!
é muito bom eu recomendo!

;*

Carla disse...

ternura...acho que essa é a palavra certa
beijos

Ana Karenina disse...

aqui é bloqueado pra ver o video, mas em breve em casa com calma verei.

hoje vou atacar de "péssima comentarista", releve, rs

bom ando meio dispersa das antigas coisas da vida e despertando para novas coisas, talvez eu seja a mesma pessoa com novas roupagens e por isso sinto-me nova.

diante disso, tenho visto já você e seu blog com outros olhos, talvez tudo mude ou não mude, quem se importa? o que importa é que ainda temos novos dias e novas oportunidades para recomeçar em outro cenário ou começar uma nova história.

nem sei porque to falando disso, talvez seja uma daquelas viagens mentais onde não se diz nada com nada, mas quem se importa?rs

como diz mainha: "fala, desabafa sempre, porque é melhor do que morrer abafada" rs e tenho repetido essejargão maternal que tem tudo a ver com a vida blogueira.

ah, que "chato", mas a "chata" vai voltar essa semana, lamento informa-la que estou chegando "dentro em breve" como diz a musica, rs

saudades, bjs

ps: bom rever amelia no meu blog, mande bjs pra ela, por milagre tb revi a má estrela (discordo desse nome, mas fazer o que? rs)por milagre antes da madrugada certo dia, o lacritique tb ja vi por ai nesses caminhos virtuais ,enfim foi bom reve-los, mande lembranças pra eles, bjs e até breve!

Candy disse...

Isso me passa um quê de inocência, pureza.
Muito bom!

:*

Ana Lu disse...

O único filme de Charles Chaplin que eu assisti foi tempos modernos, na escola. Mto engraçadinho
;D
Mas tem uma frase dele que eu acho linda: A vida é uma peça de teatro que n tem direito a ensaios. Então, ria, pule, grite, chore, com mta intensidade, antes que a cortina se feche e a peça acabe sem aplausos.
Acho maravilhosa.
:D

La Critique disse...

Tem uma dele que amo:

Quando tudo terminar
Quando nada mais restar
Do teu sonho encantador
Sorri
Quando o sol perder a luz
E sentires uma cruz
Nos teus ombros cansados, doloridos
Sorri
Vai mentindo a tua dor
E ao notar que tu sorris
Todo mundo irá supor
Que és feliz


mas tenho certeza de que jah conhecia

ps, nao vi o video

Bill Falcão disse...

Linda coletânea de Chaplin, Dani! Cenas inesquecíveis, música inesquecível!
Bjoooooooooo!!!!!

tossan disse...

Boas Festas de novo! É que eu gosto muito de vc, é isso!
Veja este blog e depois comente se tiver tempo. O nome da postagem é *A vida ao contrário*
http://miguelpalmeida.blogspot.com

Vc vai adorar as fotos do Miguel. Bj