Conversa de domingo

|
Perguntaram ao Dalai Lama: "O que mais te surpreende na Humanidade?"

Ele respondeu:

"Os homens... Porque perdem a saúde para juntar dinheiro, depois perdem dinheiro para recuperar a saúde. E por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem do presente de tal forma que acabam por não viver nem o presente nem o futuro. E vivem como se nunca fossem morrer... e morrem como se nunca tivessem vivido."

Não sei se foi a listinha, nem se foi a conversa sempre instigante, nem sempre indolor, ou se foi o domingo (ócio reflexivo), o fato é que me lembrei dessas palavras e as achei mais adequadas pra expressar no que andei pensando hoje do que minha verborragia (como diria melia) usual.

Por que vc só quer tocar o intangível? Por que quer o que não pode ser dado e nem percebe o que foi oferecido só a vc? Por que exige tanto? Por que se defende tanto? Por que reclama tanto? Por que apagou o caminho até aqui? Por que vive como se nunca tivesse vivido? Por quê?

6 comentários:

Zunnnn disse...

Tenta.. Tenta se jogar do trampolim...

Melia Azedarach L. disse...

Pois que sou boba mesmo, se for uma boba feliz eu sou.
E sou feliz com pouco e acho que vivo muito...
Hoje estou com meu sendo positivista, estou dando "tchau" novamente para a pessoa que era/fui, começando tudo novamente.Estou feliz.
Tentando viver sem pensar no adiante.
Por que eu lembro de uma garota que fazia tudo errado e no final dava tudo certo, não tinha preocupação alguma, nem vergonha de rir de verdade, aquela risada sem ser falsa e sabe, me valia mais ser assim talvez deva resgatar isso.

Em todo caso meu post de hoje fala sobre isso tudo...é uma felicidade barata, daquela de pegar chiclete na maquininha, de carregar o sobrinho que te baba inteira, é uma felicidade cheia de simplicidade (bem piegas).

Uma ótima semana, tudo ótimo, tudo azul calcinha hahaha!!!

Beijosssss...

Passado disse...

Volta...

a má estrela disse...

Viver é desejar,não se pode desejar o que já se possui.A ansia de viver chama-se assim por mera casualidade,o que esperar da vida senão coisas que nos proporcionem prazer?Mais ou menos nobres tais coisas sempre serão desejos,e na maioria frustrados... hehe

O jogo é esse,num sabe brincar num brinca! hahaha

La Critique disse...

Você, como sempre me jogando na cara e me cobrando o que eu vivo me esquivando, mas no fundo eu mesmo me cobro! Como vc eh má comigo! hehehehe

Nossa, parece que você intercepta o mundo em que estamos vivendo, e talvez se tivesse lido seu post antes de postar o que eu postei agora, não teria postado e tivesse ficado com minha segunda opção de post pra hj: um texto cômico.

Sabe... É tçao bom isso e saudável eu acho, é como você disse outro dia Helena, talvez as pessoas que conviemos virtualmente nos conhecem muito mais do que quem convive aqui de pertinho na realidade... Ah, tah! Vamos parar com a paranóia e com o egocentrismo e pensar que o pst foi feito pensando em mi neah!?

Haha paranóias a parte (ou não) está lá no blog o novo post que você pediu!

Ana Karenina disse...

Adorei este post, diz muito do que eu penso mesmo sobre a vida.
muitas pessoas não fazem muito o presente valer a pena e querem que futuro seja promissor, pq se iludem achando que tudo virá de graça como a luz do sol. De fato, certas coisas podem vir mesmo de graça, mas tudo pode ter alguma utilidade, nada passa ileso por nós como as vezes pensamos.
Não fazemos nada sem intenções, mesmo que não saibamos nitidamente quais são elas.
Acho que uma música para este post seria "epitáfio"-titãs escute vendo a letra. eu escuto pelo site: http://letras.terra.com.br/titas/48968/
depois quando eu digo que vc me inspira, vc não acredita, pq nao aceita? (risos)bjs