Banho de chuva

|


Escutei tua chegada. Fingi que nada havia acontecido. Eu sabia o domínio que exercias sobre mim. Sabia também que não poderia resistir por muito tempo. Mas havia uma chance. Tua natureza passageira poderia te fazer partir logo. Antes que me convencesses a te ouvir, a me ouvir. Isso não aconteceu. Não a tempo.

Tu já estavas próximo o bastante pra me fazer ouvir com clareza o teu convite. Chamava-me pra dançar a tua música, no compasso ritmado, em que, naquele momento, já pulsava meu corpo. Senti teu cheiro e todos os efeitos que ele causava em mim. Ainda tentei controlar, mas era tarde. Eu já sabia o que aconteceria a seguir.

Levantei-me e caminhei em tua direção. A cada passo, despia-me mais um pouco. Percorri a distância que nos separava, deixando pra trás um caminho de vestes jogadas ao chão. Entreguei-me plenamente desnuda.

Nua, pude sentir o prazer de tuas carícias. Deixei que percorresses todo meu corpo. Libertando-me de tudo que eu havia sido. Lavando a pele, renovaste a alma. As pernas afastadas uma da outra faziam com que eu te sentisse entre as coxas. A boca aberta permitia que eu provasse teu gosto de vida. Gosto pela vida. Gozo pela vida.

Aos poucos, senti acalmarem-se teus murmúrios e abrandar-se a força do teu toque. Eu já sabia exatamente o que aconteceria a seguir. Era naturalmente inevitável. As tempestades sempre tranformam-se em chuva fina até... secar.

Após sentir que já tinhas ido. Voltei pelo caminho de roupas que eu havia traçado. Vesti-me com o corpo ainda molhado pra manter por mais tempo o frescor que deixaste em mim.

Com um sorriso mudo nos lábios, pensei antes de adormecer. Aquela tempestade se foi, outras virão e eu, apesar do frio e dos riscos, continuarei sempre disposta a um bom banho de chuva.

8 comentários:

paula barros disse...

Tem gente que é assim, chega e entra...nem adianta pensar e resistir...uns consegue nos despir o corpo, outros a alma, há aqueles qeu nos despe por inteiro. Uns nos montam, outros desmontam....

Gostei muito das imagens que vi, das lembranças que revivi.

abraços

tossan disse...

Tá vendo? Vc me deixou a esperar no café... Nem quiz dançar comigo...Gostas mesmo é dos caras errados, assim eles não grundam, não é? Te descobri.. Agora também vou ser como eles..rs..rs. Gostei! Vê se aparece no meu blog. Beijão

Léo Mandoki, Jr. disse...

...está aqui um problema pra mim...é que esse texto que acabei de ler não tem nada..nadinha a ver com as ultimas palavras que vc me disse no msn da ultima vez q falamos...não é a mesma pessoa dotada dos mesmo sentimentos...só posso concluir q esse bom texto é apenas isso - um bom texto!
vc se lembra da sua ultima frase pra mim?

Bill Falcão disse...

Fica mesmo preparada pras chuvas, Dani! Ainda mais nessa época do ano.
Verão é calor e chuva.
Claro que a gente tem direito a se molhar!
Bjoooooooooo!!!!!!!!

Anônimo disse...

existem pessoas que me arrematam com um fascinio tão estridente que me parte em dois, me rende e me liberta, mas nada permanece imutável, então logo muda...


zun

Anônimo disse...

Nos seus textos aqui eu nunca vi algo tão erótico assim, quanto esse.

Ana Karenina disse...

ufa! que chuva hein! é desta efemeridade que vc e toda mulher gosta né? disso todas concordam.

hoje eu me peguei naquelas brincadeiras de trocadilhos com amigas, elas me perguntavam porque eu gostava de musculação e nao de dança, hidroginastica ou outra atividade, eu disse: "porque eu gosto de sentir..." e nao achava palavra que completasse e logo levaram para outro caminho e foi aquela sequencia de gargalhadas, rs.

enfim, acho que pra toda mulher o essencial é "sentir", é em prol disso que nos deixamos levar...
"na rua, na chuva, na fazenda, ou numa casinha de sapê" - kid abelha, o importante é SENTIR a chuva e todo o seu contexto e cenário, rs

lembrei desta musica também:

"Se eu digo: Pare!
Você não repare
No que possa parecer
Se eu digo: Siga!
O que quer que eu diga
Você não vai entender
Mas se eu digo: Venha!
Você traz a lenha
Pro meu fogo acender
Mas se eu digo: Venha!
Você traz a lenha
Pro meu fogo acender..."

Lenha- zeca baleiro

palavras suas, impressões minhas!

bjs

Philip Rangel disse...

Tem pessoas que vem e notamos...mas essas pessoas sao especiais pq vai embora rapido...outras pessoas nem sao merecedorar de nossa cofiança..essas acabamos caindo...mas levantando....

bjao