Me olhando pelo espelho

|



Os espelhos

"O que é um espelho? Não existe a palavra espelho - só espelhos, pois um único é uma infinidade de espelhos.

Em algum lugar do mundo deve haver uma mina de espelhos? Não são preciso muitos para se ter a mina faiscante e sonambúlica: bastam dois, e um reflete o reflexo do que o outro refletiu, num tremor que se transmite em mensagem intensa e insistente ad infinitum, liquidez em que se pode mergulhar a mão fascinada e retirá-la escorrendo de reflexos, reflexos dessa dura água.

O que é um espelho? Como a bola de cristal dos videntes, ele me arrasta para o vazio que no vidente é o seu campo de meditação, e em mim o campo de silêncios e silêncios.

Esse vazio cristalizado que tem dentro de si espaço para se ir para sempre sem parar: pois espelho é o espaço mais profundo que existe."

Clarice Lispector

14 comentários:

Philip Rangel disse...

Voltando...

nao vamos olhar ao espelho e sim olhar para frente..sempre buscando a evoluçao;....

tossan disse...

Empresta o espelho, este já rendeu esta maravilhosa poesia. Quero-o emprestado, levo-o sem quebrar nada e prometo devolver-lo depois da minha próxima postagem. Belo tudo que vc faz. Beijo

Léo Mandoki, Jr. disse...

pra mim o espelho é um objeto que partilha a casa conosco, mas q eu nao confio nele. Só confio nos espelho cuja imagem de mim mesmo me agrada...as vzs de manhã. qnd me vejo no espelho do banheiro logo assim q acordo....tenho mta relutancia em achar que o problema sou só eu....acho q o espelho tbm está miope...eehehehehehheh
tenho saudades menininha...

Carla disse...

fabulosa esta dissertação sobre espelhos
beijos e boa semana

paula barros disse...

Clarice...sempre me faz pensar...inclusive pensar que sou a única leitora que me olho nos livros dela, me vejo em algumas coisas, e não entendo muito o que ela escreve. Geralmente acho confuso.

Espelhos...eles nos dizem quem somos.

abraços

tossan disse...

Toda vez que ponho no rodapé o teu blog vc não vai lá. Bj

Ana Karenina disse...

aqui de casa bem mais facil ver seu espelho, o que ele te mostra e te revela?

não vi nada refletido nesse espelho de clarice, talvez a intenção dela seja essa: refletir o silencio e o vazio que existe em procurar imagens que não são do espelho e sim para o espelho olhar.

ah to viajando, rs é esta mania minha de ler sem entender, ou querer entender tudo a meu modo, talvez seja esse o meu espelho: ver o que eu gosto de ver, rs

vejo vc bem nitidamente por aqui e assim é e asim tem sido, rs

palavras suas, devaneios meus.

bjs

Anônimo disse...

rs...
Lispector?
Me pegou pela calcanhar. rs

será que tem alguma escritora que conheça mais da íntimidade complexa de cada alma humana?

então me diz, 'simples assim' ?

rs

paula barros disse...

Oi,

Quando fui procurar a foto, pensava em outra, quando vi aquela pensei a mesma coisa que você. A porta, a escada, as flores...achei que falava o que eu escrevia. Fico olhando a foto de vez em quando. rsrs

abraços, obrigada.

Candy disse...

Isso me lembrou de um livro que li ano passado ("através do espelho"), que fala um pouco sobre essa ideia de olhar para o espelho e ver além.
Interessante demais!

Parece que cada dia que passa eu tenho conseguido desembaçar mais o meu.
^^

:*

Branca disse...

O espelho mostra a nossa verdade.
bjo carinhoso.

paula barros disse...

rsrsr oi, você me pegou...escrevo o que sinto realmente, posso não entender e muito menos as pessoas que me leem. Mas quando sentimos de alguma forma vivemos, não é?

O problema as vezes é a forma como cada um me ler.

Mas você vai me fazer pensar por algumas horas. rsrs

beijo

paula barros disse...

rsrsr desse jeito você vai ganhar do Mandoki em voltar ao blog. Estou adorando, e sempre achei você muito inteligente.

Gostei das metáforas vivas...rsrs essa é nova.

Quando iniciei o blog deu trabalho para entender o que era metáfora.

Tem horas que me defino escritora ilusionista abstrata. Borro o que sinto, e cada um vê o que sente

bjs

paula barros disse...

Voltei. rsrs

Fiquei com vontade de saber tudo que você achou, pensou, imaginou, interpretou naquilo que escrevi.

Se quiser fique a vontade, escreva do jeito que gosta, deixa sair. Depois ti digo algo.

abraços