ABSURDA MENTE

|
ABSURDAMENTE INSANA
ABSURDAMENTE VELOZ
ABSURDAMENTE PROFANA
ABSURDAMENTE VORAZ

ABSOLUTA EM SUA IMPERFEIÇÃO
SURDA A QUALQUER IMPOSIÇÃO
MENTE POR PRAZER, MENTE POR PROFISSÃO

ABSURDA MENTE QUE ORA FESTEJA
ENTRE A LUA E AS ESTRELAS
ABSURDA MENTE QUE ORA RASTEJA
ENTRE A LAMA QUE COBRE A SARJETA

ABSURDAMENTE ATORMENTADA
INSATISFEITA, IMPRESSIONADA
TEM COMO SINA, COMO CILADA
DEIXAR MAIS UMA OBRA INACABADA

P.S.: Há fases em que eu escrevo muito, em outras, por algum motivo qualquer, a vontade de escrever vai embora. Talvez porque viver, em certas situações, seja um processo que exija exclusividade. Talvez porque a vontade seja uma mulher caprichosa e volúvel. Talvez seja só um período de digestão. Bom, não importa muito o motivo. O fato é que na falta de algo novo, há sempre a possibilidade de usar o antigo que ainda faz todo o sentido. Pra mim, é claro... rs. Eu postei esse poema no Impressões no ano passado logo depois de escrevê-lo, mas hoje ele voltou pra me fazer uma visita.

11 comentários:

paula barros disse...

Oi, querida que bom vir aqui e receber sua visita.

Ainda não tinha lido, e para mim, é novo, é atual. A mente e suas facetas.

Além da criatividade do escrever, tem muito para refletir.

abraços com carinho

Leo Mandoki, Jr. disse...

nao tinha lido esse poema não. Qnd comecei a ler vc, foi na fase em que vc escrevia aqueles dialogos com o padeiro e a sua mãe....(e que eu adorava aquilo) (e odiava o padeiro com sorriso de tom cruise)
....
desaparece assim não...sinto sua falta. Vc some!
um grande beijo

tossan disse...

Moça sumida, vc faz falta viu? Gosto muito de te ler. Se é antiga não importa a do klic também é reedição tem vezes que não vem nada que agrade a nós mesmos é normal, mas eu gostei muito dessa. Beijo moça

Bill Falcão disse...

É bom reeditar nossos escritos de vez em quando.
Somos feitos de fases, como a Lua. Os criadores e os expectadores.
Bjoooooooo!!!

Kari disse...

Inacabado?
Não não!
Absurdamente maravilhoso!!!!

Beijos

Zunnnn disse...

Olha...
Confesso que esse... Eu não gostei.
Não foi um dos seus melhores..Mas.. É uma opinião muito pessoal.
A parte que eu menos gostei foi...

"ABSOLUTA EM SUA IMPERFEIÇÃO"

rs.. tenho paixão por imperfeições humanas, mas o absoluto disso?
Bom... há gosto pra tudo. Enfim..!

Quanto a todo o texto, além do conteudo.. Não é bem algo... Prefiro parar por aqui. Não gostei, mas como disse, bem pessoal.

Abraço

Mai disse...

Gosto de brincar com as palavras e admiro quem faz bem esses exercícios de quebrar a palavra...
.
A 'mente' e suas façanhas e facetas... seus absurdos...

Beijos,

Mai

Ana Karenina disse...

acho que estamos em sintonia: "também nao estou inspirada pra escrever"
também devido as circunstancias da vida.

mas essa "certa obrigaçao" que nos impomos de prestar contas ou de trazer sempre algo novo pros outros é talvez porque nos acostumamos a agradar e nos preocupar com os outros.

ou talvez porque queremos dizer pra nós mesmos: "preciso mudar", mas na realidade que nos cobra somos nós mesmos...

e isso não me parece tão absurdo assim, almejar a perfeição e a novidade são sentimentos extremamente humanos e por isso comuns, rs

Leo Mandoki, Jr. disse...

sinto a sua falta...
um beijo grande

paula barros disse...

Querida quando li seu comentário sorri, eu também só leio entrelinhas, e pensei será que alguém vai se confundir? E tinha mais que ser você, porque você sabe ler as entrelinhas, dos textos, dos olhos, do coração.

É bom quando nos sentimos a vontade para comentar, porque o que pode parecer uma viajada, é bom para quem escreve.

beijos

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Oi amiga, ...e não somos todos assim?
Você tem uma maneira de escrever muito, mas muito especial, isso é uma delícia.
beijossssssssssssssssss
Agora você está de volta? graças a Deus.