Ideologia

|
Eu gosto de ver um dia nascendo. Gosto de perceber aquele breve momento em que noite e dia se encontram, fundem-se. Confundem-se. Jogo de luz, profusão de cores. Inegável a beleza da sinfonia que se repete a cada manhã. Pássaros, passos, cantos, sussuros. O dia perfuma-se pra ganhar o mundo. Colônia, sabão e café. O gosto forte, meio amargo, revigorante. Gosto de mais um dia que começa. Uma obra de arte que admiro assim como as telas que não consigo decifrar. Matizes de cores, angústias, amores que não me são familiares. De dia sou espectadora, visitante, expedicionária. Meio deslumbrada, meio desconfortável. Há o reconhecimento dos encantos, mas a sensação mais densa é um incômodo que me lateja as vísceras. A percepção de uma injustiça, de uma impunidade recorrentes, inevitáveis, incontroláveis. A noite se foi, a luz penetra em mim por cada poro, cada brecha dessa minha alma cheia de lacunas e o jeito é ganhar o mundo, sentir o calor, viver. Caminhar até o próximo abrigo, o momento em que a brutalidade de um rei onipresente é substituída por pontos de cristal que iluminam com sutileza um universo de escuridão e possibilidades. A noite é meu lar, meu mundo, meu contexto. Covardia? Pode ser. Talvez seja mais uma questão ideológica. Sou radicalmente contra qualquer tipo de violência. E nada, nada é tão truculento quanto o excesso de luz.

P.S.1: Verbete - Ideologia: 1 Filos Ciência que trata da formação das idéias. 2 Tratado das idéias em abstrato. 3 Filos Sistema que considera a sensação como fonte única dos nossos conhecimentos e único princípio das nossas faculdades. 4 Maneira de pensar que caracteriza um indivíduo ou um grupo de pessoas.

Idéias... pensamentos... sensações...


P.S.2: Hoje tive mais uma grata surpresa. "Respeitável Público", um afago que dei ao querido amigo Tossan, foi publicado em www.goldinnatura.blogspot.com/2010/02/respeitavel-publico.html.

17 comentários:

Leo Mandoki, Jr. disse...

abaixo da linha do equador, os dias são continuamente mais limpos, reverberam....
onde eu moro, há tbm dias assim, mas tbm há mto dias cinzentos de frio e chuva. E em dias assim eu penso logo que saio de casa: «hoje está um dia perfeito para um ataque nuclear»...Mtas vez tenho o desejo de que haja uma hecatombe para que todos nós tenhamos a hipótese de começar do 0 - outra vez!
Um beijo no teu rim hipotético!

Le Vautour disse...

Hm... aquele momento entre o sonho e a vigília; entre o 'dream' e o 'daydream', interstício em que tudo é real e, ao mesmo tempo, imaginário. Em que eu sou, tu és, ele é, nós somos... hm... o que somos, mesmo?
Lindo!
Abraços de duas asas!

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Dani,

É maravilhoso poder tomar conta do que somos, sem racionalizar, simplesmente porque gosta de ficar no confortável do seu íntimo. A luz, muitas vezes, chega muito forte. Por isso temos que nos acostumar com ela, devagar, pra uma nova vida ou emoção surgir. Adoro essa forma gostosa que dá andamento as suas emoções.

Adorei saber que gosta das músicas do Néctar. Jota Cê e eu temos uma trilha sonora vasta.

=]

Beijo imenso, menina querida do meu coração.

Rebeca


-

tossan disse...

Então você é covarde tanto quanto eu. Talvez nem seja isso e sim da tua natureza da alma sem partidos e ideologias. Belíssimo! Beijo

Ana Karenina disse...

"A noite é meu lar, meu mundo, meu contexto. Covardia? Pode ser. Talvez seja mais uma questão ideológica."

Pode ser ela(ideologia) tudo aquilo que queremos ou buscamos conquistar ou simplesmente ideias que façam parte de nós inconscientemente.

Lembrei-me de Ideologia-Cazuza (http://letras.terra.com.br/cazuza/43860/)

Mai disse...

AS noites parecem gargantas imensas, grutas que abrigam gigantes, barrigas prenhes, gestando luz. Há dias que são noites e há noites sem fim.
É lindo o instante em que a noite engole o dia e que o dia beija a noite com luz.
Mas talvez nem seja questão de ideologia, apenas, porque penso que precisa coragem prá encarar as noites.
Tu és assim, noite e coragem.
Felicidades neste novo ano, amiga.

Sandra Timm™ disse...

Somos notívagas... algo em comum! Amo a noite, apesar de não deixar de gostar do dia, mas acho que a penumbra é mais excitante que o holofote.

Mas às vezes aquilo que amamos e com o qual nos identificamos, podem nos causar desconforto... o que não nos permitirá deixar de amar, não é mesmo?

Que tenhas ótimas noites e um bom final de semana.

Beijo

O Santo Forte disse...

COMO VC TÁ? E CARNAVAL

Barbara disse...

A penumbra é para os corajosos.
Ter coragem é não temer a si mesma.
Tô contigo.
E se quiser falar em ciência, quanto mais luz, mais sombra...o que indica que nem sempre o dia de luz arrebentando retinas é o mais indicado.
1 abraço.

paula barros disse...

Dani, acredito que todo excesso é truculento, e com o tempo nos cega, nos sufoca, e se não soubermos lidar, nos mata.
beijo

------------------------------

Estou achando a letra tão miudinha, e a cor ruim para ler. Será que são meus óculos? rsrs

-----------------------

in natura disse...

Você está no momento especial, sinto isso lendo este lindo texto. A luz do sol e da lua fazem com que sintamos emoções. Beijuss

Kaká Bullon disse...

Noite e dia. Prefiro sempre os dois. Cada um em um momento, cada um com seu encaixe oportuno. Como gostar de palavras e silêncio. Como uma Clarice: acesa e maravilhosa ou obscura e envolta em cortinas. Dualidade seria minha ideologia?!

Oba! Que bom que a história de minha infância ganhará um final, e com uma parceria tão especial!! Ahh vou adorar ver as fotos do seu carnaval, mostre sim!

Segue meu e-mail: kikishady@yahoo.com.br

Beijos flor!

Abraão Vitoriano disse...

"A noite é meu lar, meu mundo, meu contexto."

de criança pequena sempre pensei que a noite era mulher do dia: por ser mais delicada, por usar batom e gostar dos ventos sussurantes... agora entendo que noite e dia disputam o mesmo sexo: universo!

é a qualidade de suas palavras que permitem esse vômito...

beijos,
do homem-mais-menino

fica com Deus,
e me desculpe se fui abstrato demias...

candy disse...

POde dizer a primeira coisa que pensei ao acabar de ler?
aqui no meu trab que tem uma mulher que chega abrindo todas as janelas, numa claridade sem fim ¬¬
e eu saio fechando atrás.
Enfim, comentário nada a ver.
o_O

um beeeijo, menina-que-resolveu-se-mostrar :D

Eslley Scatena disse...

Adoro quando alguém com mais propriedade consegue expressar alguma coisa que eu não dou conta hehehe. O Sol nascendo é lindo, mas o novo dia me entristece.
Aí vou dormir!

Bill Falcão disse...

Como eu também sou uma criatura da noite, entendi tudinho, Dani!
Como também saquei que o amor, sim, tem preço, como mostra o seu post abaixo. No caso do personagem lá, até que não foi tão caro. Esses caninos costumam corresponder. Meu amigo Nick que o diga.
Bjoooooooo!!!!!!!!!