Achou a "graça"?

|
Um dia inteiro de palestras, 500 jovens divididos em 3 grupos. Corpo cansado. Mente em ebulição. Voz? Já era. Disposição? Renovada. Sabe de uma coisa? Sou mesmo teimosa feito mula empacada. Não largo essa "estranha mania de ter fé na vida".

Cheguei em casa assim, como aqueles atletas que depois de quilômetros de corrida, arrastam-se em direção à linha de chegada. Banho. Longo, quente, muito quente. Caixa de e-mails, afinal o mundo não parou pra acompanhar minha preguiça. Ótimo, e-mail da minha amiga/irmã (aliás, saudade). Piadinha. Lá vem...

Gargalhada. É tão boa assim a piada? Nem sei. Talvez só estivesse esperando uma oportunidade pra rir. Aqueles risos solitários, como quem ri pra vc mesma.

Boa ou não, aí vai a tal piada. Faço questão de te repassar a oportunidade de rir sozinho olhando pra uma tela de computador. Viu como sou gente boa?

Chega de embromação e vamos ao sorriso (ou não)... rs.

Cada um com seu cada um

Um casal recém casado vai viver em sua nova casa. O homem diz:

- Se quer viver comigo, as regras são:
1) Segundas e terças-feiras à noite, vou jantar com os amigos;
2) Quartas-feiras à noite, cinema com o pessoal;
3) Quintas e sextas à noite, cerveja com os colegas de trabalho;
4) Sábados, pescaria com a turma, retornando domingo pela manhã;
5) E, aos domingos, deito cedo para descansar.
Se quer... Quer... Se não quer... Azar!

Então a mulher responde:

- Pra mim só existe uma regra:
Aqui em casa tem sexo todas as noites. Quem está, está. Quem não está... Azar!!!!!!!!!!!!!

5 comentários:

Melia Azedarach L. disse...

Eu ainda to rindo hahahaha...Ai ai...to precisando mesmo, precisando rir.
Beijinhos querida!

Ana Karenina disse...

eu adoro seu jeito:
distraidamente alegre, distraidamente piegas, distraidamente maliciosa, distraidamente simples, distraidamente palhaça comediante, distraidamente louca,
distraidamente ajuizada, distraidamente desavergonhada,
distraidamente poética,
distraidamente lenta,
distraidamente silenciosa.
adoro as nuances distraídas e descontraidas de você.
vejo graça em ti até quando estou sem graça.
distraidamente me agrada, me comove qualquer gesto e expressão natural tua.
me envaidece encher a boca e dizer que te conheço ainda que um pedacinho.
amizades que distraem valem a distração de esquecer os problemas da vida por alguns minutos.
distraidamente sem intenção fiz este texto brotar de mim e sem noção eu vivo rindo para vc e nunca de vc, vivo rindo de mim e de tudo que vês em mim.
porque chorar só vale a pena se for distraidamente de alegria! besos!

Bill Falcão disse...

KKKKKKKKKKKK!!!!!!!!!! As mulheres sempre vencem!!!
Bjooooooooossssssss!!!!!!!!!

Lacri disse...

Booa sída.

hsuahsa
bjs